Translate

quarta-feira, 15 de junho de 2016

ORAÇÃO E PROMESSAS DE GRAÇAS DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO



A SUA SAGRADA FACE IMPRESSA NO SANTO SUDÁRIO.

"Toda vez que alguém contemplar a Minha Face,
derramarei o Meu amor nos corações.
E por meio da Minha Face obter-se-á
a salvação de muitas almas"
N.Senhor a Irmã M. Pierina, 1945, em Milão

         Nosso Senhor vem despertando e formando apóstolos em todos os tempos, que levem a sua Sagrada Face para ser conhecida, reparada e amada.
        
Em maio de 1938, na Itália, a Virgem Santíssima mostrou a Pierina Gilli, vidente de Nossa Senhora na famosíssima e concorrida, até hoje, Aparição de Montichiari – Fontanelle, um escapulário com a Sagrada Face de Jesus morto, onde estava escrito a seguinte frase:“Senhor, fazei resplandecer a Sua Face sobre nós!” Na outra parte do mesmo escapulário aparecia a Sagrada Eucaristia e nova frase: “Senhor, ficai sempre conosco”.

Então, após mostrar esta visão a sua filha, Nossa Senhora aproximou-se e disse-lhe:

“Escuta bem e transmite ao teu confessor que este escapulário é uma arma de defesa, escudo de fortaleza e penhor de misericórdia que Jesus quer dar ao mundo nesses tempos de sensualidade e de ódio contra Deus e a Igreja.
São poucos os verdadeiros apóstolos. É necessário um remédio divino, e este remédio é a Face de Meu Filho. Todos que usarem este escapulário, e sendo-lhes possível a cada terça-feira visitarem o Santíssimo Sacramento, fazendo uma Hora Santa para reparar os ultrajes que recebeu e continua recebendo o Meu Filho, prometo:
Todas as vezes que o receberem o Santíssimo Sacramento Eucarístico, serão fortificados na fé, estarão prontos para defendê-lo e hão de suportar todas as dificuldades internas e externas em suas vidas. Além disso morrerão serenamente sob o olhar de Meu Filho.”

         Semanas depois apareceu-lhe nosso Senhor Jesus Cristo e reafirmando as palavras de sua Santa Mãe, disse-lhe:

“Quero que Minha Face seja honrada com uma festa própria na terça-feira da qüinquagésima, (terça-feira de carnaval) e que essa festa seja preparada por uma novena, durante a qual todos os fieis façam comigo reparação.”

A PROPAGAÇÃO DA SAGRADA FACE, OS PAPAS RECOMENDARAM

Muitas vezes durante o dia, troque um olhar com Ele!
Todas as noites, reze 3 vezes o Pai Nosso, a Ave Maria e o Glória, contemplando Sua Divina Face.

Sobre a propagação da Devoção a Sagrada Face, o Cardeal Gennari, em nome do Papa São Pio X às Carmelitas de Lisieux, disse:

O Santo Padre deseja que esta imagem seja distribuída profusamente por todas as partes e que seja venerada em todas as famílias cristãs. Recomenda Sua Santidade a propagação de seu culto particularmente aos Excelentíssimos Senhores Bispos como a todos os Eclesiásticos e abençoa especialmente todos aqueles que se tornam seus propagadores.

Neste sentido pronunciou-se também Pio XI dizendo:

Em toda casa e em toda Igreja haja um quadro da Santa Síndone.

         Em 15 de março de 1957, o Papa Pio XII aprovou a propagação do escapulário e a festa, na Itália, já a 10 de janeiro de 1959 o Papa João XXIII estendeu a aprovação, concedendo a mesma permissão para todo o Brasil.

Preciosas promessas:
(de nosso Senhor Jesus Cristo)

“Por Minha Sagrada Face alcançareis a salvação de muitas almas! Pedi, nada: vos será negado!
“Cada vez que se contemplar a Minha Face, derramarei o Meu amor nos corações.” (a Pierina Gilli)
“Nenhum daquele que honrar Minha Face, será separado de Mim. (a Santa Mactildes).
“Os devotos da Sagrada Face receberão, pela contemplação de Minha natureza humana, um vivo resplendor da Minha Divindade, e será esclarecidos no fundo de suas almas.” (a Santa Gertrudes)
“Do mesmo modo que procurardes reparar a Minha Face desfigurada pelos pecadores, assim Eu cuidarei de Nossa alma, tornando-a tão bela como era ao sair das fontes batismais.
“Esta Face é como um selo de Divindade, pois tem o poder de imprimir nas lamas, que a Ela se dedicam, tão perfeita, que mesmo os seus pecados será transformados, diante de Mim, em jóias de ouro precioso.”
“Venerando a Minha Santa Face, em espírito de expiação, serão para Mim tão gratos como Santa Verônica. Farão uma generosidade igual a dela e Eu gravarei os Meus traços divinos em suas almas.”
“Oferecendo a Minha Santa Face a Meu Pai apaziguarão a Minha cólera divina e obterão a conversão dos pecadores, como se fosse uma moeda celestial.”
“Eles farão milagres pela Minha Santa Face. Iluminá-lo-ei com a Minha luz, rodeá-los-ei com o Meu Amor e fá-los-ei perseverantes no bem.”
“Eu serei o defensor, perante Meu Pai, de todos aqueles que por palavras, escritos ou orações defendem a Minha causa nesta Obra de reparação. Na hora da morte purificarei a Face das suas almas de todas as manchas de pecado e lhes devolverei a sua formosura original.” (A Soror Maria de São Pedro, carmelita de Tours, na França).

OFERECIMENTO DA SAGRADA FACE DE JESUS AO ETERNO PAI:

         “Pai nosso que estais no Céu, Deus de amor infinito, cheio de bondade e misericórdia, pelo Coração Imaculado de Maria, Mãe das dores, em união com São Jose, todos os Santos Anjos, Santos, Bem-Aventurados e em nome de toda a humanidade, assim como de todas as almas do purgatório, ofereço-vos a Face cheia de lágrimas e sangue do Vosso amantíssimo Filho. Ofereço - vo-la com inefável amor, juntamente com cada respiração, pulsação, pensamentos, palavras e ações de todos os seres humanos. Eu vos ofereço esta Santíssima e adorável Face com todo amor em expiação de todos os pecados do mundo, em reparação de todas as blasfêmias, para apaziguar a Vossa divina Cólera, para iluminar os sacerdotes e religiosos, pela conversão dos pecadores, especialmente os mais obstinados, para alívio das almas do purgatório e de um modo especial pelas almas dos sacerdotes defuntos. Amem.”

fonte: www.obradoespiritosanto.com  http://www.derradeirasgracas.com/2.%20segunda%20p%C3%A1gina/Ora%C3%A7%C3%B5es%20e%20Promessas/PEDIDOS%20DE%20ORA%C3%87%C3%83O%20DE%20NOSSO%20SENHOR%20JESUS%20CRISTO/Pedidos%20de%20Ora%C3%A7%C3%A3o%20e%20Promessas%20A%20Sagrada%20Face.htm

Terço da Misericórdia


Iniciar rezando um Pai nosso, uma Ave Maria e o Credo.
O Credo - Creio em Deus Pai todo-poderoso, Criador do céu e da terra.  E em Jesus Cristo, seu único Filho, Nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria. Padeceu sob o poder de Pôncio Pilatos. Foi crucificado, morto e sepultado. Desceu à mansão dos mortos. Ressuscitou ao terceiro dia. Subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo- poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo.  Na Santa Igreja Católica. Na comunhão dos santos. Na remissão dos pecados. Na ressurreição da carne. Na vida eterna. Amém.
Nas contas grandes (do Pai Nosso) reza-se:
Eterno Pai, eu vos ofereço o Corpo e Sangue, Alma e Divindade de vosso diletíssimo Filho, nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e do mumdo inteiro.
Nas contas pequenas (da Ave Maria) reza-se:
Pela sua dolorosa Paixão, tende misericórida de nós e do mundo inteiro.
No final do terço repetir três vezes:
Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro. Amém

Devoção ao Sagrado Coração de Jesus




A devoção ao Sagrado Coração de Jesus tem sua origem na Sagrada Escritura
A devoção ao Sagrado Coração, de um modo visível, aparece em dois acontecimentos fortes do Evangelho: no gesto de São João, discípulo amado, encostando a sua cabeça em Jesus durante a Última Ceia (cf. Jo 13,23); e, na cruz, onde o soldado abriu o lado de Jesus com uma lança (cf. Jo 19,34).
Em um acontecimento, temos o consolo de Cristo pela dor na véspera de Sua morte. No outro, o sofrimento causado pelos pecados da humanidade. Esses dois exemplos do Evangelho nos ajudam a entender o apelo de Jesus feito, em 1675, a Santa Margarida Maria Alacoque: “Eis este coração que tanto tem amado os homens. Não recebo da maior parte senão ingratidões, desprezos, ultrajes, sacrilégios e indiferenças. Eis que te peço que a primeira sexta-feira depois da oitava do Santíssimo Sacramento (Corpo de Deus) seja dedicada a uma festa especial para honrar o Meu coração, comungando, neste dia, e dando-lhe a devida reparação por meio de um ato de desagravo para reparar as indignidades que recebeu durante o tempo em que esteve exposto sobre os altares. Prometo-te que o Meu Coração se dilatará para derramar com abundância as influências de Seu divino amor sobre os que tributem essa divina honra e que procurem que ela lhe seja prestada.”
O beato João Paulo II sempre cultivou essa devoção e sempre a incentivou a todos que desejam crescer na amizade com Jesus. Em 1980, no dia do Sagrado Coração, ele afirmou: “Na solenidade do Sagrado Coração de Jesus, a liturgia da Igreja concentra-se, com adoração e amor especial, em torno do mistério do Coração de Cristo. Quero, hoje, dirigir, juntamente convosco, o olhar dos nossos corações para o mistério desse coração. Ele falou-me desde a minha juventude. A cada ano, volto a esse mistério no ritmo litúrgico do tempo da Igreja.”
Conheça agora as 12 promessas do Sagrado Coração de Jesus a Santa Margarida Maria Alacoque:
1ª Promessa: “A minha bênção permanecerá sobre as casas em que se achar exposta e venerada a imagem de Meu Sagrado Coração”;
2ª Promessa: “Eu darei aos devotos de Meu Coração todas as graças necessárias a seu estado”;

3ª Promessa:
 “Estabelecerei e conservarei a paz em suas famílias”;

4ª Promessa:
 “Eu os consolarei em todas as suas aflições”;
5ª Promessa: “Serei refúgio seguro na vida e principalmente na hora da morte”;
6ª Promessa: “Lançarei bênçãos abundantes sobre os seus trabalhos e empreendimentos”;
7ª Promessa: “Os pecadores encontrarão, em meu Coração, fonte inesgotável de misericórdias”;
8ª Promessa: “As almas tíbias tornar-se-ão fervorosas pela prática dessa devoção”;
9ª Promessa: “As almas fervorosas subirão, em pouco tempo, a uma alta perfeição”;
10ª Promessa: “Darei aos sacerdotes que praticarem especialmente essa devoção o poder de tocar os corações mais endurecidos”;

11ª Promessa:
 “As pessoas que propagarem esta devoção terão o seu nome inscrito para sempre no Meu Coração”;
12ª Promessa: “A todos os que comunguem, nas primeiras sextas-feiras de nove meses consecutivos, darei a graça da perseverança final e da salvação eterna”.

Ato de Consagração da Família ao Sagrado Coração de Jesus
(Texto aprovado por São Pio X em 1908)
SAGRADO CORAÇÃO de Jesus, que manifestastes à Santa Margarida Maria o desejo de reinar sobre as famílias cristãs, viemos hoje proclamar vossa Realeza absoluta sobre a nossa família.

Queremos, de agora em diante, viver a vossa Vida; queremos que floresçam, em nosso meio, as virtudes as quais prometestes e, já neste mundo, a paz.

Queremos banir para longe de nós o espírito mundano que amaldiçoastes.
Reinareis em nossas inteligências pela simplicidade de nossa fé; em nossos corações pelo Amor sem reservas de que estamos abrasados para convosco, e cuja Chama manteremos pela recepção frequente de vossa divina Eucaristia.

Dignai-Vos, Coração divino, presidir as nossas reuniões, abençoar as nossas empresas espirituais e temporais, afastar de nós as aflições, santificar as nossas alegrias, aliviar as nossas penas.

Se alguma vez, algum de nós tiver a infelicidade de vos ofender, lembrai-vos, ó Coração de Jesus, que sois bom e misericordioso para com o pecador arrependido.

Quando soar a hora da separação, nós todos, os que partem e os que ficam, seremos submissos aos vossos eternos Desígnios. Consolar-nos-emos com o pensamento de que há de vir um dia em que toda a família, reunida no Céu, poderá cantar para sempre a vossa Glória e os vossos benefícios.

Digne-se o Coração Imaculado de Maria, digne-se o glorioso Patriarca São José, apresentar-Vos esta consagração e no-la lembrar todos os dias de nossa vida. Viva o Coração de Jesus, nosso Rei e nosso Pai!

Ato de Consagração Pessoal ao Sacratíssimo Coração de Jesus
(de Santa Margarida Maria Alacoque)

Eu, (seu nome), vos dou e consagro, ó Sagrado Coração de Jesus Cristo, a minha vida, as minhas ações, minhas penas e sofrimentos, para não querer mais servir-me de nenhuma parte do meu ser, senão para vos honrar, amar e glorificar. É esta a minha vontade irrevogável: ser todo vosso e tudo fazer por vosso amor, renunciando de todo o meu coração a tudo quanto vos possa desagradar!

Tomo-vos, pois, ó Sagrado Coração, por único Bem do meu amor, Protetor da minha vida, Segurança da minha salvação, Remédio da minha fragilidade e da minha inconstância, Reparador de todas as imperfeições da minha vida e meu Amparo seguro na hora da morte.

Sê, ó Coração de Bondade, a minha Justificação diante de Deus, Vosso Pai, para que desvie de mim a Sua justa Cólera.

Ó Coração de Amor, deposito em Vós toda a minha confiança, pois tudo temo de minha malícia e de minha fraqueza, mas tudo espero de Vossa Bondade. Extingui em mim tudo o que possa vos desagradar ou que se oponha à vossa Vontade.

Seja o vosso puro Amor tão profundamente impresso em meu coração, que jamais possa eu vos esquecer nem me separar de Vós. Suplico-vos que o meu nome seja escrito no vosso Coração, pois quero fazer consistir toda a minha felicidade e toda a minha glória em viver e morrer como vosso servo. Amém.


http://formacao.cancaonova.com/espiritualidade/devocao/as-12-promessas-do-sagrado-coracao-de-jesus/

Oração - Agonia de Jesus no Horto



Um anjo do céu vem confortá-lo porque agora ele entrava numa verdadeira agonia e seu sofrimento era tão intenso que seu suor se tornava em sangue e corria em gotas.

"Ninguém crê realmente que suei sangue naquela noite no Getsêmani, e poucos crêem que sofri muito mais nessas horas do que na crucifixão. Foi mais doloroso porque Me foi manifestado claramente que os pecados de todos eram tornados Meus e Eu devia responder por cada um. Assim, Eu, inocente, respondi ao Pai como se fosse verdadeiramente culpado de iniqüidade. Eu, puro, respondi ao Pai como se estivesse manchado de todas as impurezas que vós, Meus irmãos, tendes praticado, desonrando a Deus, que vos criou para que sejais instrumentos da grandeza da criação e não para desviar a natureza que vos foi concedida... Portanto, fui feito ladrão, assassino, adúltero, mentiroso, sacrílego, blasfemo, caluniador e rebelde ao Pai, a quem sempre amei."

"Não podes encontrar semelhança a este gênero de sofrimento, porque o homem que peca compreende, com Minha luz, a parte que lhe cabe e, muitas vezes, imperfeitamente, não vê como é o pecado diante de Mim. Por isso, é claro que somente Deus pode conhecer o que é uma ofensa feita a Ele. No entanto, a Humanidade deveria poder oferecer à Divindade um pleno conhecimento e a verdadeira dor e arrependimento; E posso fazê-lo todas as vezes que quiser, oferecendo precisamente o Meu conhecimento que operou em Mim, Homem, com a humanização das ofensas contra Deus. Este foi o Meu desejo: que o pecador arrependido, por Meu intermédio, tivesse como apresentar a seu Deus o conhecimento da ofensa cometida e que Eu, em Minha Divindade, pudesse acolher do homem também a compreensão plena do que fez contra Mim." 
 
"Pai, se é possível afasta de Mim este Cálice. Mas não se faça Minha Vontade e sim a Tua". Disse assim no cúmulo da amargura, quando o peso que caía sobre Mim era tão sangrento que Minha alma se encontrava na mais inverossímil escuridão."

 "Afasta, ó Pai, este amarguíssimo Cálice que Me apresentas e que, ao vir a este mundo, no entanto, aceitei por Teu amor. Cheguei a um ponto em que não reconheço nem a Mim mesmo. Tu, ó Pai, fizeste do pecado uma como herança Minha e isto torna insuportável Minha presença diante de Ti, que Me amas. A ingratidão dos seres humanos já Me é conhecida, mas como suportarei ver-Me sozinho? Deus Meu, tem piedade da grande solidão em que Me encontro!"

"Mas logo prossegui: É justo, Pai Santo, que Tu faças de Mim tudo o que quiseres. Minha vida não é Minha, pertence-Te toda. Quero que não se faça Minha vontade mas a Tua. Aceitei uma morte de Cruz; aceito também a morte aparente de Minha Divindade. É justo. Tudo isto devo Te dar e, antes de tudo, devo oferecer-Te o holocausto da Divindade que, no entanto, une-Me a Ti. Sim, Pai, confirmo, com o Sangue que vês, Minha doação; confirmo, com o Sangue, Minha aceitação: Faça-se Tua vontade, não a Minha..."
 
Pela Sua dolorosa Paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro!


sábado, 4 de junho de 2016

oração a São João da Cruz


Ó Deus que guiastes São João da Cruz à santa Montanha que é Cristo, através da noite escura da renúncia e do amor ardente à Cruz, concedei-nos segui-lo como mestre de vida espiritual e como ele possamos colocar amor onde não há amor para encontrarmos amor e assim em meio às dificuldades da vida possamos atingir a plenitude do amor a Vós e aos irmãos para um dia contemplar eternamente a vossa glória no Céu.
São João da Cruz, rogai por nós. Amém.

quarta-feira, 30 de março de 2016

Frases de Madre Angélica


A Madre Angélica sempre será uma das figuras mais representativas da televisão católica. A seguir, algumas das suas frases memoráveis.
“Aqueles que dizem a verdade o amam. Os que dizem o que você quer ouvir, amam a si mesmos”.
“O amor não é um sentimento; é uma decisão”.
“Até o diabo acredita que Deus existe. Acreditar deve mudar a forma na qual vivemos”.
“Deus quer que esteja no mundo, mas que seja tão diferente do mundo até que o mude. Mãos à obra”.
“Não podemos chegar ao céu odiando alguém. Então perdoa agora”.
“Se tens uma cruz, carregue-a. Fazê-lo te tornará santo”. 
“Seus planos, projetos, sonhos devem ser sempre maiores que você, para que Deus tenha espaço para trabalhar”.
“A fé é o que te ajuda a começar. A esperança é o que te mantém em marcha. O amor é o que te leva até o final”.
“A santidade é uma bonita luta”.
“Se você está seguindo a Deus, Ele nunca te mostrará o final. É sempre um caminho de fé”.
“Quando você contempla a humildade de Jesus na Eucaristia, como é possível justificar seu orgulho?”
“Suponho que assim deve ser morrer: estar preparado e ser capaz de olhar para trás as lutas da vida e saber que Deus foi seu companheiro constante”.

sexta-feira, 25 de março de 2016

Devoção às sete dores de Nossa Senhora

Devoção às sete dores de Nossa Senhora

A devoção, que precede a celebração litúrgica, fixou simbolicamente as sete dores da Co-redentora, correspondentes a outros tantos episódios narrados pelo Evangelho:
a profecia do velho Simeão, a fuga para o Egito, a perda de Jesus aos doze anos durante a peregrinação à Cidade Santa, o caminho de Jesus para o Gólgata, a crucificação, a Deposição da cruz, a sepultura, portanto, somos convidados hoje a meditar estes episódios mais importantes que os evangelhos nos apresentam sobre a participação de Maria na paixão, morte e ressurreição de Jesus.

As Promessas aos devotos de Nossa Senhora das Dores
Santa Brígida diz-nos, nas suas revelações aprovadas pela Igreja Católica, que Nossa Senhora lhe prometeu conceder sete graças a quem rezar cada dia, sete Ave-Marias em honra de suas principais "Sete dores" e Lágrimas, meditando sobre as mesmas.

1ª - Porei a paz em suas famílias. 
2ª - Serão iluminados sobre os Divinos Mistérios. 
3ª - Consolá-los-ei em suas penas e acompanhá-los-ei nos seus trabalhos. 
4ª - Conceder-lhes-ei tudo o que me pedirem, contanto que não se oponha à vontade de meu adorável Divino Filho e à santificação de suas almas. 
5ª - Defendê-los-ei nos combates espirituais contra o inimigo infernal e protegê-los-ei em todos os instantes da vida. 
6ª - Assistir-lhes-ei visivelmente no momento da morte e verão o rosto de Sua Mãe Santíssima. 
7ª - Obtive de Meu Filho que, os que propagarem esta devoção (às minhas Lágrimas e Dores) sejam transladados desta vida terrena à felicidade eterna, diretamente, pois ser-lhe-ão apagados todos os seus pecados e o Meu filho e Eu seremos a sua eterna consolação e alegria. 

 
Santo Afonso Ligório nos diz que Nosso Senhor Jesus Cristo prometeu, aos devotos de Nossa Senhora das Dores as seguintes graças:
 
1ª – Que aquele devoto que invocar a divina Mãe pelos merecimentos de suas dores merecerá fazer antes de sua morte, verdadeira penitência de todos os seus pecados.
2ª - Nosso Senhor Jesus Cristo imprimirá nos seus corações a memória de Sua Paixão dando-lhes depois um competente prêmio no Céu. 
3ª - Jesus Cristo guardá-los-á em todas as tribulações em que se acharem, especialmente na hora da morte. 
4ª - Por fim os deixará nas mãos de sua Mãe para que deles disponha a seu agrado, e lhes obtenha todos e quaisquer favores.
ORAÇÃO INICIAL
Virgem Dolorosíssima, seríamos ingratos se não nos esforçássemos em promover a memória e o culto de vossas Dores.
Vosso Divino Filho tem vinculado à devoção de vossas Dores, particulares graças para uma sincera penitência, oportunos auxílios e socorros em todas as necessidades e perigos.
Alcançai-nos, Senhora, de vosso Divino Filho, pelos méritos de vossas Dores e Lágrimas a graça...

1ª Oração 


Pela dor que sofreste ao ouvir a profecia de Simeão de que uma espada de dor transpassaria o vosso coração,
Mãe de Deus, ouvi a nossa prece.

Ave Maria... Glória...

2ª Oração


Pela dor que sofreste quando fugiste para o Egito, apertando ao peito virginal o Menino Jesus, para o salvar da fúria do ímpio Herodes,
Virgem Imaculada ouvi a nossa prece. 

Ave Maria... Glória...  

3ª Oração

Pela dor que sofrestes quando da perda do Menino Jesus por três dias,
Santíssima Senhora, ouvi a nossa prece.

Ave Maria... Glória...   

4ª Oração


Pela dor que sofrestes quando viste o querido Jesus com a cruz ao ombro, a caminho do Calvário,
Virgem Mãe das Dores, ouvi a nossa Prece.

Ave Maria... Glória...  

5ª Oração

Pela dor que sofreste quando assististes à morte de Jesus, crucificado entre dois ladrões,
Mãe da Divina Graça, ouvi a nossa prece. 

Ave Maria... Glória...  

6ª Oração

Pela dor que sofreste quando recebestes em vossos braços o corpo inanimado de Jesus, descido da Cruz,
Mãe dos Pecadores, ouvi a nossa prece.

Ave Maria... Glória...

7ª Oração

Pela dor que sofrestes quando o corpo de Jesus foi depositado no sepulcro, ficando Vós na mais triste solidão,
Senhora de Todos os Povos, ouvi a nossa prece.

Ave Maria... Glória...  

Oração Final

Dai-nos, Senhora, a graça de compreender o oceano de angústias que fizeram de Vós a " Mãe das Dores", para que possamos participar de vosso sofrimento e Vós consolemos pelo nosso amor e nossa fidelidade.
Choramos convosco, ó Rainha dos Mártires, na esperança de ter a felicidade de um dia nos alegrar-mos convosco no céu.
Amém.